Garota de 4 anos desenha tatuagem no braço do pai

O tatuador estadunidense Bob Tat viveu uma experiência realmente única: a de ser tatuado por sua filha… De apenas quatro anos de idade! Chloe, a tatuadora mais jovem de que se tem notícia, costuma ver seu pai tatuando os clientes e quis tentar também.

Após meses de treinamento assistindo, aprendendo e escutando, a garota tatuou seu pai. Bob disse que “quando ela estava pronta, eu dei a ela uma máquina sem agulha para ver se ela podia controlar o peso. Preparada, ela fez uma tatuagem real enquanto eu controlava o botão de on e off com um pé, a fim de garantir a segurança dela”.

O desenho é uma memória que durará uma vida. Pai e filha se dizem “orgulhosos e animados” com a experiência. Uma mútua prova de amor.

Fonte: hypeness.

Face   Insta

 

Mitos e verdades da cicatrização das tatuagens

Agora vocês vão ficar por dentro do que é certo e o que é errado segundo a medicina quando se trata de tatuagens! Conseguimos uma entrevista exclusiva com uma das mais renomadas dermatologistas do Brasil, a Dra Carolina Reato Marçon!

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (3)

Ela participa de vários encontros nacionais e internacionais de sua área, se mantendo assim sempre muito bem informada sobre tudo que tem de mais novo e avançado em termos da ciência, e os perigos que nossa pele corre no dia a dia. Ela é sempre convidada para dar entrevistas para programas de televisão em todo Brasil, e nós temos a honra e a felicidade de ter uma profissional tão gabaritada respondendo as perguntas que todo mundo sempre faz sobre a cicatrização, o que pode e o que não pode, afinal, a alimentação influi na cicatrização? Resposta curta: NÃO! Quer saber mais? Vem com a gente e leia até o final, vocês vão se surpreender com as respostas!

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (2)

Essa matéria veio pra ajudar a elucidar dúvidas e corrigir alguns erros que possamos estar cometendo durante a cicatrização de nossas obras de arte no corpo. Resolvi ir atrás de uma matéria mais investigativa e com os critérios MÉDICOS e não somente aceitar o que os tatuadores nos dizem sobre o que fazer, que me desculpem meus queridos tatuadores, mas a tatuagem é uma FERIDA e precisa ser tratada como tal e com todos os cuidados possíveis. Espero que assim as dúvidas fiquem para trás e tenhamos daqui pra frente um cuidado especial com nossas tatuagens! Vamos às perguntas:

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (9)

O plástico filme pode ser usado? Se sim, qual o uso correto para não haver complicações?

“O plástico filme funciona como um curativo fechado, protegendo a área tatuada contra partículas externas (agentes infecciosos, sujeira, alérgenos), ajudando na “fixação” dos pigmentos e proteção do desenho e facilitando a absorção dos produtos aplicados (pomadas cicatrizantes). É interessante que seja utilizado pelo menos nas primeiras 48h após o procedimento, período em que a ferida está aberta e a pele desprotegida pela ruptura induzida pelas agulhas.

   O uso não deve ultrapassar três dias, a região dever ser adequadamente higienizada e o plástico trocado 2 x ao dia. O uso prolongado e a limpeza inadequada podem favorecer infecções. O ambiente úmido e aquecido proporcionado pelo filme em contato com a pele pode se transformar em um meio de cultura bacteriana, por isso é importante que esses cuidados sejam seguidos.”

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (1)

Como a Dermatologia explica a tatuagem?

“O procedimento em si, que consiste no microagulhamento da pele para inserção dos pigmentos coloridos na derme, além da presença de agentes estranhos para o organismo (pigmentos), geram um processo inflamatório cutâneo, com ativação do sistema imunológico e das vias de cicatrização. Esse processo caracteriza-se pela vermelhidão e inchaço no local, que atingem um pico em 48-72h, havendo posterior epitelização e recuperação completa da pele em 7 a 14 dias, variando de pessoa para pessoa e de acordo com o local tatuado. A atividade imunológica contra os pigmentos pode durar mais tempo.

   A composição da tinta de tatuagem mudou drasticamente ao longo dos anos. No passado, os sais de metais – chumbo, cobalto, e de carbono foram utilizados em tintas. Hoje, muitas tintas de tatuagem modernas (especialmente os vermelhos intensos e amarelos) contêm corantes orgânicos azo com plástico à base de pigmentos que também têm usos industriais na impressão, têxteis e pintura do carro. Como resultado, há muitas incógnitas sobre como essas tintas interagem com a pele e dentro do corpo, e, se elas são as responsáveis por um aumento do número de complicações.”

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (4)

Existe alguma restrição do que NÃO COMER durante a cicatrização?

“Existem suposições de que a alimentação poderia interferir na recuperação da pele após a tatuagem e que alguns tipos de alimentos poderiam favorecer alergias, no entanto, não existem evidências científicas consistentes para sustentar essas afirmações. A presença dos pigmentos na derme, que são considerados corpos estranhos pelo organismo, desencadeia uma reação imunológica, que pode ser intensa e se manifestar na forma de alergia, tanto a curto, quanto a longo prazo. O papel da alimentação (reação cruzada) na indução ou potencialização desse processo é incerto.

   O que se sabe é que uma alimentação balanceada e saudável é fundamental para o bom funcionamento do organismo, em especial do sistema imunológico, que está envolvido na cicatrização e prevenção de infecções, portanto dieta saudável, rica em proteínas magras, frutas e verduras será sempre recomendada e bem vinda, em especial após procedimentos invasivo.”

Resumindo o assunto alimentação: não existe restrição quanto o que você pode comer e uma má cicatrização, claro que se você tem alergia a algum alimento você não deve NUNCA ingeri-lo, e que uma alimentação saudável faz bem pra todos nós, em qualquer momento da vida.

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (5)

Tatuagens depois de uma semana geralmente coçam muito, você pode explicar o que acontece? Isso é normal?

“A coceira faz parte do processo cicatricial. A reação inflamatória que o procedimento desencadeia, leva a liberação de algumas substâncias que podem ter ação estimulante sobre o sistema nervoso local, manifestando-se na forma de prurido (coceira). Recomenda-se não coçar, pois o contato com a mão e unhas, geralmente contaminadas, pode favorecer a penetração de bactérias. Além disso, a ação mecânica do ato de coçar pode arrancar as casquinhas que se formam e tem importante ação no processo cicatricial. As crostas se desprendem quando a pele abaixo se re-epiteliza, arrancá-las pode prejudicar a cicatrização.”

Viu galera, coçar é normal e realmente EVITEM de coçar. Coloquem um gelinho em cima que ajuda a aliviar!

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (6)

Em cicatrizes de operações, em quanto tempo a pele se torna integra para ser tatuada? Li em alguns lugares que é no mínimo 2 anos. Isso procede?

“O processo cicatricial completo demora cerca de 1 ano e meio, antes disso não é recomendado que seja feito nenhum procedimento.”

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (10)

As pomadas mais usadas pelo pessoal são Bepantol e Nebacetin, alguns chegam ao extremo de passar Dersani! Qual seria a recomendação médica para a tatuagem?

“Ao se fazer uma tatuagem, alguns cuidados básicos são de suma importância para que o desenho fique conforme o desejado, evitando descoloração, infecção e deformidades na tatuagem. O cuidado mais importante é a adequada higienização do local, que deve ser feita 2 x por dia, com sabonete neutro ou antiséptico de linha dermatológica.

   No dia em que fizer a tatuagem, recomenda-se evitar banho quente e não molhar a tatuagem, se for possível. Nos dias subsequentes podem ser utilizadas pomadas com propriedades cicatrizantes, como por exemplo as que contém dexpantenol – potente ação emoliente e formação de barreira, favorecendo o processo cicatricial. Pomadas antibióticas, como a Nebacetin, devem ser evitadas, pois são sensibilizantes, podendo desencadear reações alérgicas, além da indução de resistência bacteriana quando utilizadas de forma desnecessária. Antibióticos de uso tópico devem ser utilizados somente quando houver necessidade, sob orientação do dermatologista.”

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br (7)

Alguns tatuadores para participar de convenções, falam pro cliente passar apenas vaselina na cicatrização da tatuagem. Isso não seria perigoso por conta da composição da vaselina?

“A vaselina, assim como a Nebacetin, tem componentes sensibilizantes, devendo ser evitada.”

carolina-marçon-dermatologista-cicatrização-tatuagens-medicina-mitos-verdades-exclusiva-tattoodo-br jjj

Você saberia me dizer se a gestação tem alguma restrição quanto a fazer tatuagem? Se sim, sabe informar o tempo que a mãe deve esperar pra se tatuar?

“Sim, tatuagens estão contra-indicadas na gestação. Não existem estudos com nível de evidência considerável que comprovem a segurança do procedimento para as gestantes e fetos/bebês. Anestésicos tópicos, que geralmente são utilizados para a execução, também não são recomendados pela falta de evidência de segurança. Somente deve-se pensar em tatuar após o término da amamentação.”

Dra Carolina ainda faz mais algumas indicações para as tatuagens, leiam abaixo:

Antes e após fazer a tatuagem é importante ter alguns cuidados para evitar complicações:

– É fundamental certificar-se da adequação do estúdio as normas sanitárias, o que envolve esterilidade do material utilizado e adequadas condições de assepsia. Verificar se as tintas e equipamentos têm a validação da ANVISA no rótulo, além de procurar sempre um profissional de confiança.

Lovehate social club interior

– Na hora de escolher a região do corpo a ser tatuada, também é preciso cuidado. Por exemplo, não é recomendável que a tatuagem seja feita sobre pintas, pois isso pode dificultar a avaliação médica de eventuais mudanças da lesão, mascarando sinais de um possível câncer de pele.

– Pessoas com histórico de quelóide ou cicatriz hipertrófica não devem tatuar, pois a tatuagem pode cicatrizar com formação de novas lesões.

– A exposição das tatuagens ao sol deve ser evitada, pois as cores podem se modificar e a tatuagem desbotar. Por isso, os cuidados devem ser redobrados no verão. A exposição à radiação solar faz com que a tatuagem perca a cor e o brilho. O sol causa reabsorção e oxidação dos pigmentos, o que deixa a tatuagem com aspecto desbotado e envelhecido. Além disso, todo pigmento é fotossensível, então, quanto mais o local da tatuagem ficar exposto à luz solar, mais risco de ela não se preservar. O ideal é usar protetor solar de amplo espectro UVA/UVB, de preferência com propriedades minerais, que contenham dióxido de zinco e óxido de titânio (barreira física à radiação). Deve ser usada uma camada grossa do produto, reaplicada a cada duas horas. As queimaduras solares podem modificar muito a coloração da tatuagem. Os cuidados para quem fez tatuagem há pouco tempo devem ser ainda mais intensos.

– Evitar praia, piscina, clube e principalmente academia (ambiente extremamente contaminado) até que a cicatrização esteja totalmente estabelecida, pois são focos infecção.

Fonte: Tattoodo.

 

011 Tattoo – Av Imirim, 1965 – Sala 2.

Face   Insta

6 coisas que você provavelmente não sabe sobre tatuagens

1. Tem até data comemorativa

  Fonte da imagem: Reprodução/Discovery

É lógico que as tatuagens não são algo unânime, já que há uma quantidade significativa de gente que não gosta desses tipos de “desenhos”. No entanto, levando em consideração o pessoal tatuado, os norte-americanos criaram uma data comemorativa, chamada simplesmente de “National Tattoo Day”, comemorada no dia 5 de junho.

Ao contrário do que muita gente pode pensar, a intenção não é apenas a de chamar a atenção para as tatuagens. A data é utilizada como uma tentativa de mostrar que as tattoos são apenas uma expressão artística da sua personalidade — e não algo feito somente por bandidos, por exemplo.

2. Não, não é novidade

 Fonte da imagem: Reprodução/Discovery

As tatuagens são uma forma de expressão cultural muito (muito!) antiga, tanto que a múmia mais velha do mundo, que se chama Oetzi e tem 5,3 mil anos, apresenta os seus próprios desenhos. Neste caso, as “decorações” foram feitas em áreas degeneradas, mostrando que isso deveria fazer parte de algum ritual de cura.

As tatuagens foram utilizadas por diversas tribos e com finalidades diferentes, como definir status social, alguma punição ou até mesmo para mostrar amor. Além disso, diversos elementos naturais já foram usados para criar as tintas da época, como plantas e leite materno.

3. Profissão difícil

 Fonte da imagem: Reprodução/Zaroio

Como muita gente pode imaginar, tatuar não é algo fácil. Antigamente, a pessoa que se dedicasse à tatuagem deveria passar a sua vida inteira aprendendo o processo de desenhar na pele humana de maneira detalhada e rica — ou seja, era uma profissão de sacrifício.

Hoje em dia, quem quiser virar um tatuador deve se matricular em cursos com esse fim e, depois, se tornar aprendiz de alguém experiente. De acordo com a tatuadora Megan Massacre, no primeiro ano o aluno talvez nem toque em cliente algum, pois ele precisa aprender a limpar o local de trabalho e a tomar cuidados de higiene, por exemplo.

4. Nem tudo é aprovado

Fonte da imagem: Reprodução/Tattoo-how

Apesar da popularidade recém-adquirida, os equipamentos utilizados para fazer as tatuagens não são aprovados pelo órgão norte-americano que regula a qualidade de produtos alimentícios e farmacêuticos.

Isso acontece pelo fato de que os órgãos desse gênero não costumam regulamentar o processo de fazer tatuagens — o que é ruim, já que isso pode permitir o trabalho de tatuadores irresponsáveis. A boa notícia é que há uma tendência para que isso mude e os estúdios de tatuagem passem a ter uma verificação maior.

5. Pode brilhar e vibrar

 Fonte da imagem: Reprodução/Discovery

Com o avanço da tecnologia, as tatuagens ganharam mais algumas funções, além de decorar o corpo de alguém. Agora, você pode utilizar tintas que brilham no escuro, que reagem à luz negra ou até mesmo ter uma tattoo que vibra — isso foi feito pela Nokia para avisar que o celular está tocando.

Além de tudo isso, hoje em dia é possível tatuar praticamente qualquer local do seu corpo, como os olhos, pálpebras e outros lugares mais sensíveis, como os órgãos genitais — mas, neste último caso, você precisa ser extremamente corajoso.

6. Beber não é uma boa ideia

 Fonte da imagem: Reprodução/discovery

Algumas pessoas realmente querem ter uma tatuagem, mas acreditam que não vão suportar a dor das agulhadas contínuas e, por conta disso, resolvem apelar para o álcool. Apesar de parecer uma boa solução, essa iniciativa não é recomendável. O motivo é bem simples: o álcool acaba “afinando” o seu sangue.

Por conta disso, o tatuador vai ter mais trabalho para desenhar e o resultado final pode ser pior do que seria. Além disso, isso faz com que você sangre mais, deixando o processo de cura da sua pele mais difícil e até mesmo mais doloroso. Portanto, se você precisar de ajuda para não sentir tanta dor, procure um médico para saber se é possível utilizar algum tipo de medicamento.

Fonte: Maga curioso.

011 Tattoo – Av Imirim, 1965 – Sala 2.

Face   Insta

Significado da tatuagem de Coruja.

A Sabedoria da Coruja

A imagem da coruja sempre remete à noite. Por ser um animal que dá as caras no escuro, sua atenção e vigília constantes precisam ser capazes de ir além das trevas. É tão atenciosa como uma “mãe coruja”, a ponto de só piscar um olho – sim, corujas só piscam um dos olhos. Aliás, seus grandes olhos corroboram com a imagem da percepção apurada – a coruja veria o que os outros não veem, uma espécie de intuição capaz de ver além de todo fingimento e alcançar o “real”. Há até quem diga que o animal é portador do “terceiro olho’.

Muito por conta de ser aquela que conhece os segredos da noite, além de ser ela própria um segredo noturno, também simboliza a sabedoria, sendo muito associada ao conhecimento da filosofia. Outro aspecto relacionado ao espírito da coruja é como anunciador da mudança, mudança esta que comumente é vista como a morte literalmente, mas que pode ser metafórica, uma transição de vida mesmo.

A Coruja e a Bruxaria

Curiosamente, apesar de representar a sabedoria, portanto aquela que carrega as luzes do esclarecimento, por ser uma ave noturna e silenciosa a coruja é também relacionada ao oposto extremo: à obscuridade. Por isso as pessoas sentem medo, como de tudo mais que carrega consigo um ar de secreto, e para muitos encontrar uma coruja em seu caminho é sinal de mau agouro. É muito associada ainda à bruxaria e magia negra, e além disso há ainda os que dizem que o animal é dotado de poderes psíquicos, inclusive sendo representante do Anjo da Morte.

A Coruja em outras Culturas

Entre os indígenas americanos a coruja e a águia são vistas como uma espécie de opostos, tanto que a coruja é chamada de “Águia da Noite”. Enquanto ela tem uma ligação forte com a noite e a lua, a águia por sua vez se liga ao sol. Já citamos a bruxaria, e a coruja é ligada à bruxaria também entre algumas tribos indígenas americanas, além de ser vista como companheira da bruxa na cultura europeia. Na tradição asteca em especial é associada também à morte, e entre os celtas há também essa relação, principalmente se ela entra pela janela de uma casa em que está um doente, sendo vista como o responsável pela passagem da alma para o mundo dos mortos.

Na mitologia grega a coruja também aparece com destaque, como representação de Atena, deusa da sabedoria e da guerra. Dentre os romanos uma pena de coruja colocada próxima ao travesseiro de alguém significava que este teria seus segredos revelados durante o sono. Ainda entre os de Roma, uma coruja piando sobre um edifício público anunciava a morte de uma importante pessoa da comunidade.

Enfim, o que é certo é que a rica mitologia que cerca esse animal misterioso e instigante que é a coruja dá margem a muitas interpretações sobre o que uma tattoo em que ela figura de fato simboliza. É mais comum ser tatuada nos braços, pulsos e pés tanto de homens quanto de mulheres.

Fonte: Mundo das tatuagens.

 

Face   Insta

 

Tatuagem, onde dói mais e por quê?

 

Anestesia_massatattoo

Antes que você saia perguntando, de novo, pros seus amigos tatuados: sim, tatuagem dói. Se alguém disser que não dói, provavelmente é mentira. Mas existem, sim, áreas da pele em que a dor é percebida mais e menos intensamente. E por isso é preciso escolher com cuidado o lugar onde você pretende tatuar. Pra fazer isso, preparamos um guia com as regiões do corpo mais doloridas e também algumas dicas de como fazer a tatuagem doer menos:

Lateral do bíceps, antebraço, ombros na parte da frente, glúteos, coxas na parte lateral e traseira e panturrilha: recomendamos essas áreas para os iniciantes. Aqui, as tatuagens doem em um nível suportável.

Coxas na parte da frente e do meio e a parte de trás dos ombros: também para iniciantes. A tolerância é um pouco menos do que os pontos mencionados aqui em cima, mas nada que você não aguenta. O ombro, no entanto, é uma área que demora mais para cicatrizar, porque a pele é mais solta já que é uma área que faz bastantes movimentos.

Cabeça, rosto, clavícula, joelhos e cotovelos, mãos, pescoço, pés, peito e a parte de dentro das coxas: vai doer. Nessas áreas, a pele é mais fina e sensível, e você vai precisar de mais concentração para chegar ao fim da sessão. Especialmente nos joelhos e cotovelos, os nervos ficam muito próximos da superfície da pele, então não se sinta mal se você não aguentar a dor. Nas mulheres, tatuar o peito dói menos do que nos homens, porque para eles a pele na região é mais esticada, mas no caso deles, a mesma tatuagem vai terminar mais rapidamente pelo menos motivo.

Costelas, quadril, estômago, parte interna dos joelhos, axilas, parte de dentro do cotovelo, mamilos, lábios, virilha e genitais: só para os fortes. Nessas áreas, é normal chorar para ser tatuado e não recomenda-se que iniciantes comecem por nenhuma delas. Algumas pessoas chegam a desmaiar de dor. A pele esticada e mais fina nessas regiões pode exigir sessões múltiplas pra atingir um resultado com cores vivas e traços nítidos, e a cicatrização também dói mais.

Outras coisas que você deve saber:

– Alguns dias antes e depois do período menstrual, mulheres ficam mais sensíveis à dor. Então, se puder, marque sua tatuagem pros dias fora dessas datas.

– Use hidratante todos os dias na área que será tatuada por uma semana antes de fazer a tatuagem – sua pele ficará mais saudável, macia e vai lidar melhor com as lesões da agulha.

– Não tome sol por pelo menos uma semana antes da tatuagem, pois isso resseca a pele e também pode fazê-la escamar, o que deixaria sua tatuagem meio feia.

– Alimente-se bem, beba bastante líquidos e tenha boas noites de sono antes de tatuar.

Via Tattoo-Hurt, Pinterest

Fonte: Revista Galileu.

Face   Insta

A Catrina ou La Catrina de los toletes.

download

A Catrina, chamada de La Catrina de los toletes, surgiu na cultura popular mexicana. Ela é a representação do esqueleto de uma dama da alta sociedade de uma forma humorística, sendo uma das figuras mais populares da Festa do Dia dos Mortos no México, junto às Caveiras Mexicanas, também chamadas de Sugar Skulls (caveiras de açúcar).

Acredite: a palavra “Catrina” é uma variante feminina da palavra Catrín ou Catarina, no português. A sua característica marcante, normalmente, é uma mulher usando um chapéu, como distintivo da alta sociedade do início do século XX. Porém, temos visto muitas Tatuagens de Catrinas somente com o cabelo solto ou com flores, que é uma personalização da original.

A utilização do chapéu era para lembrar que as diferenças sociais não significam nada perante a morte. Ou seja: se você busca um símbolo de “igualdade”, as tatuagens de Catrinas são uma ótima recomendação.

Fonte: tattootatuagem

Siga-nos no instagram: instagram.com/011tattoo/

Curta nossa página no facebook: facebook.com/011tattoo